Adoção por homossexuais na Grande Vitória-ES: uma perspectiva interdisciplinar

  • Natane Franciella de Oliveira Universidade Federal do Espírito Santo
  • Janaina Gomes Garcia Moraes Mestre em Direito Processual pela Universidade Federal do Espírito Santo
  • Sandro José da Silva Doutor em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense, Professor na Universidade Federal do Espírito Santo

Resumo

Este artigo analisa adoções homoafetivas ocorridas na Grande Vitória – ES. O objetivo da pesquisa consiste em descrever como os homossexuais da região realizam sua parentalidade em face das possibilidades e constrições do Direito e da realidade. Para tanto, foram utilizados os métodos da etnografia e da história de vida junto a pais, filhos e pretendentes à adoção, entre outubro de 2015 e julho de 2016 outubro de 2015 e julho de 2016. Seus relatos demonstraram que a ausência de previsão legal expressa quanto à adoção homoafetiva, a aquiescência à heteronormatividade, a postura dos agentes públicos e as experiências de vida influenciam na maneira como adotam e exercem a parentalidade. 

Biografia do Autor

Natane Franciella de Oliveira, Universidade Federal do Espírito Santo
Graduada em Direito pela PUC/MG. Mestre em Direto Processual na Universidade Federal do Espírito Santo.
Janaina Gomes Garcia Moraes, Mestre em Direito Processual pela Universidade Federal do Espírito Santo
Graduada em direito pela UFF. Pos graduada em direito constitucional aplicado pela faculdade de direito Damásio de Jesus. Mestranda em direto na UFES
Publicado
2018-01-02
Como Citar
Oliveira, N. F. de, Moraes, J. G. G., & da Silva, S. J. (2018). Adoção por homossexuais na Grande Vitória-ES: uma perspectiva interdisciplinar. Revista Brasileira De Sociologia Do Direito, 5(1). https://doi.org/10.21910/rbsd.v5n1.2018.122
Seção
Artigos