O impacto da UPP nas relações da polícia militar com os moradores de uma favela ocupada

  • Marilha Gabriela Reverendo Garau Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense (PPGSD/UFF). Mestre em Direito Constitucional pelo Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional da Universidade Federal Fluminense (PPGDC/UFF). Professora substituta de Direito Penal e Processual Penal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Instituto Três Rios (UFRRJ/ITR). Professora Colaboradora do Curso de Bacharelado de Segurança Pública e Social da Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ). Pesquisadora do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT-InEAC). Membro Extensionista do Tamoios de Assessoria Popular (TaCAP).

Resumo

Fruto de pesquisa etnográfica, este artigo tem por objeto o conjunto de representações e práticas relativas à proposta de polícia de proximidade presentes nos discursos de policiais lotados em uma UPP carioca. A análise objetiva identificar em que medida, diante da proposta de policiamento de proximidade, as relações da Polícia Militar com os moradores da favela foram modificadas, a partir da apropriação, ressignificação ou reinterpretação do projeto. Neste exercício leva-se em consideração as representações policiais e sociais de espaços tidos como favelados a fim de melhor compreender de que forma os pressupostos de igualdade de direitos são relacionados a estes indivíduos.

Biografia do Autor

Marilha Gabriela Reverendo Garau, Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense (PPGSD/UFF). Mestre em Direito Constitucional pelo Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional da Universidade Federal Fluminense (PPGDC/UFF). Professora substituta de Direito Penal e Processual Penal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Instituto Três Rios (UFRRJ/ITR). Professora Colaboradora do Curso de Bacharelado de Segurança Pública e Social da Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ). Pesquisadora do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT-InEAC). Membro Extensionista do Tamoios de Assessoria Popular (TaCAP).
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense (PPGSD/UFF). Mestre em Direito Constitucional pelo Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional da Universidade Federal Fluminense (PPGDC/UFF). Professora substituta de Direito Penal e Processual Penal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Instituto Três Rios (UFRRJ/ITR). Professora Colaboradora do Curso de Bacharelado de Segurança Pública e Social da Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ). Pesquisadora do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT-InEAC). Membro Extensionista do Tamoios de Assessoria Popular (TaCAP).
Publicado
03/01/2019
Como Citar
Garau, M. G. R. (2019). O impacto da UPP nas relações da polícia militar com os moradores de uma favela ocupada. Revista Brasileira De Sociologia Do Direito, 6(1). https://doi.org/10.21910/rbsd.v5n1.2019.262
Seção
Artigos