Direito, organizações e as diferentes representações sociais nos discursos jurídicos: advocacia e magistratura

  • Rafael Lazzarotto Simioni Faculdade de Direito do Sul de Minas
  • Jéssica Pereira Arantes Konno Carrozza Faculdade de Direito do Sul de Minas

Resumo

Esta pesquisa objetiva analisar as diferentes representações sociais inscritas nas relações entre advocacia privada e magistratura na Região Sul do Estado de Minas Gerais. Através do conceito de organização da teoria dos sistemas sociais autopoiéticos de Niklas Luhmann e da metodologia de explicitação das representações sociais através da análise do discurso do sujeito coletivo (DSC), esta pesquisa distingue os sistemas de organização de centro e das periferias do direito, em especial, a relação entre magistratura e advocacia privada, para traçar uma distinção entre as representações sociais que uma tem da outra. Como resultado, verifica-se a ocorrência de assimetrias nas relações entre magistratura e advocacia privada, as quais indicam não apenas diferentes formas de produção de sentido do direito no âmbito de cada sistema de organização, como também a existência de relações de poder sobre as formas de ocupação dos espaços jurídicos.

Biografia do Autor

Rafael Lazzarotto Simioni, Faculdade de Direito do Sul de Minas
Pós-Doutor em Teoria e Filosofia do Direito pela Universidade de Coimbra; Doutor em Direito Público pela Universidade do Vale dos Sinos; Professor no Programa de Mestrado em Direito da Faculdade de Direito do Sul de Minas e no Programa de Mestrado em Bioética da Universidade do Vale do Sapucaí.
Jéssica Pereira Arantes Konno Carrozza, Faculdade de Direito do Sul de Minas
Acadêmica do curso de graduação em direito da FDSM- Faculdade de Direito do Sul de Minas, bolsista de Iniciação Científica do PIBIC/Fapemig.
Publicado
01/09/2019
Como Citar
Simioni, R. L., & Carrozza, J. P. A. K. (2019). Direito, organizações e as diferentes representações sociais nos discursos jurídicos: advocacia e magistratura. Revista Brasileira De Sociologia Do Direito, 6(3). https://doi.org/10.21910/rbsd.v5n3.2019.299
Seção
Artigos