Perspectivas metodológicas na criminologia crítica brasileira

diretrizes fundacionais e mapeamento de fontes de referência.

  • Salo de Carvalho UFRJ/Unilasalle
Palavras-chave: Criminologia Crítica; Teoria Crítica; Teoria Crítica do Direito; Metodologia

Resumo

A investigação, inserida em um projeto mais amplo de exploração das fontes e discussão da atualidade da criminologia crítica brasileira, objetiva mapear a produção de referência no campo, notadamente os textos e as pesquisas clássicas da década de 1970, de forma a identificar suas diretrizes teóricas e suas perspectivas metodológicas. Neste sentido, a partir da exploração bibliográfica e documental, procura identificar nessa primeira fase da crítica criminológica (a) as perspectivas teóricas e (b) as ênfases empíricas para, posteriormente, discutir como foram (c) enfrentadas as questões de gênero e de raça e (d) delimitadas as fronteiras entre criminologia e direito penal no plano geral das ciências criminais. Ao final, apresenta uma síntese das diretrizes metodológicas fundacionais e da atualidade da criminologia crítica no país.

Biografia do Autor

Salo de Carvalho, UFRJ/Unilasalle

Professor adjunto de direito penal e criminologia da Faculdade Nacional de Direito (UFRJ) e do programa de pós-graduação em direito da Unilasalle/RS; doutor em direito (UFPR).

Publicado
2021-05-04
Como Citar
de Carvalho, S. (2021). Perspectivas metodológicas na criminologia crítica brasileira: diretrizes fundacionais e mapeamento de fontes de referência. Revista Brasileira De Sociologia Do Direito, 8(2), p. 4-31. https://doi.org/10.21910/rbsd.v8i2.540