A problemática da violência Conjugal em Moçambique

  • Fernanda Amelia dos Santos Leao Cezerilo Universidade Federal do Paraná

Resumo

Com o  presente artigo pretende-se fazer um estudo sociológico sobre a violência conjugal entre casais heteronormativo, fenômeno presente em muitos relacionamentos afectivos. Para a operaconalização deste trabalho recorreu se a pesquisa biblográfica, análise documental e entrevistas informais com alguns atores sociais que dia a dia lidam e intervêm nestes casos, para melhor perceber como é que se dá esta violência conjugal, com o fito de sugerir medidas para a sua prevenção, devido as suas nefastas consequências, em especial para a saúde dos envolvidos. A violência representa ou constitui uma grande inquietação para a sociedade O estudo visa igualmente proporcionar uma reflexão a partir de dados teóricos sobre o gênero e desigualdades resultantes do sistema patriarcal, que pode estar relacionado com a prática da violência em relacionamentos conjugais e ao mesmo tempo visa servir de um alerta para a sociedade em geral sobre esta problematica social. Os resultados apontam que a violência do gênero em Moçambique independe do nível de escolaridade da vítima.

Palavras-chave: Gênero.Violência. Resiliência. Relação conjugal.

Biografia do Autor

Fernanda Amelia dos Santos Leao Cezerilo, Universidade Federal do Paraná

LEÃO CEZERILO, Fernanda Amélia dos Santos, Mestranda em Direito na UFPR, licenciada em Direito pelo Instituto Superior de Ciências e Tecnologia de Moçambique. Bolsista CAPES.

FRANZE, José Joaquim, Doutorando em sociologia pela UFPR, Mestre em Sociologia pela UFRGS, Mestre em Counseling pela Universidade do Zimbabwe. Bolsista CAPES.

Publicado
2020-01-01
Como Citar
Leao Cezerilo, F. A. dos S. (2020). A problemática da violência Conjugal em Moçambique. Revista Brasileira De Sociologia Do Direito, 7(1), 33-51. https://doi.org/10.21910/rbsd.v7n1.2020.348
Seção
Artigos